Como escolher um equipamento de som profissional?
30/04/2021

Como escolher um equipamento de som profissional?

O mercado de som profissional tem crescido muito nos últimos anos. Antes da pandemia, a organização de eventos era uma atividade que abrangia diferentes tipos de segmentos. Com a necessidade do isolamento, o setor precisou se reinventar, mas o uso do equipamento de som profissional continua sendo uma necessidade.

Surgiram outros modelos de eventos, como as transmissões ao vivo, por exemplo, onde é preciso avaliar aspectos diferentes na hora de escolher. Neste artigo, você vai ver quais são esses critérios e o que observar na hora de escolher um equipamento de som profissional. Confira!

 

5 dicas para escolher um equipamento de som profissional

 

Equipamentos genéricos ou específicos

Quem já trabalha com som profissional, em geral, atua em um segmento específico. Algumas empresas atendem diferentes setores que, normalmente, estão relacionados. No caso das festas, por exemplo, a empresa pode atender formaturas, casamentos, festas de debutantes, festas corporativas etc. 

Dificilmente, uma empresa vai organizar eventos que são muito diferentes do que a maioria do seu portfólio, pois se especializam em determinados setores. Porém, quem está começando, costuma seguir uma linha mais abrangente até conhecer bem o mercado e identificar aquele que mais se identifica

Essa definição é importante para a escolha do equipamento de som profissional, pois vai determinar o que precisa ser comprado. Isso quer dizer que quem atua em um segmento específico vai precisar de alguns recursos e quem ainda não definiu seu mercado poderá preferir investir em um kit de equipamentos mais básico e genérico, por exemplo.

 

Tipos de ambientes onde serão usados

Mesmo que você não tenha definido qual segmento pretende atender, precisa priorizar um tipo de ambiente antes de escolher o seu equipamento de som profissional. Isso porque diferentes ambientes exigem aparelhos com características específicas para o uso em cada qual.

Usar aparelhos que não são apropriados para áreas descobertas, por exemplo, pode causar um grande prejuízo e até prejudicar o cliente durante o evento. Para ter equipamentos de som profissional de uso interno e externo, você terá que fazer um investimento alto. Por isso, vale avaliar qual o melhor tipo de ambiente para começar a atuar, de acordo com os seus objetivos.

 

Encontrando a potência ideal

Outro ponto importante sobre o ambiente é o tamanho e a necessidade de propagação do som. Normalmente o público relaciona este tópico diretamente com a potência do som, que de fato é fundamental em qualquer aparelho pois ela vai determinar a experiência que o cliente terá. 

No entanto, nem sempre a potência do equipamento de som profissional precisa ser muito alta para contemplar um ambiente amplo, por exemplo. Uma maneira de conquistar uma boa propagação pode ser através da distribuição dos equipamentos no ambiente, assim você não precisará de recursos com uma alta potência.

A outra alternativa é, aí sim, investir em equipamentos potentes e que proporcionam uma propagação maior do som. Ainda assim, dependendo do tamanho do ambiente, você terá que usar mais de uma caixa, por exemplo.

Além disso, você deve observar outros aspectos, como por exemplo a resistência e a frequência

A potência em watts se refere à resistência elétrica do aparelho, medida em ohms é chamada de impedância. Ela deve estar relacionada com a impedância, caso contrário, ao conectar o aparelho a um alto-falante de menor impedância, seu equipamento pode sofrer uma pane. 

 

Mobilidade e conectividade

Quem trabalha com eventos está sempre transportando equipamentos de som profissional para todo lado. Isso impacta muito no trabalho, pois pode exigir a contratação de transporte e mais profissionais para locomover os aparelhos.

Além disso, perde-se muito tempo montando, desmontando e transportando alguns tipos de equipamentos. Leve esse fator em consideração na hora de adquirir o seu equipamento de som para otimizar o seu tempo de trabalho e busque aparelhos com fácil mobilidade.

Com relação à conectividade, outro fator fundamental é que o seu equipamento de som profissional conte com recursos modernos de conexão. Dessa forma, você não terá problemas para conectar aparelhos que venham a ser utilizados no projeto. Outro ponto importante é que recursos de conectividade reduzem  a necessidade de uso de fios e cabos, tornando a instalação mais segura e rápida.

 

Recursos multiuso

A vantagem de um equipamento de som considerado como um recurso multiuso é que você pode utilizá-lo de formas diferentes. Ou seja, você poderá atuar em diferentes tipos de eventos, utilizando o mesmo aparelho. O receiver, por exemplo, é um equipamento que recebe todas as conexões de som e as distribui pelo ambiente.

Mas o aparelho não faz só isso. Com um receiver, você também consegue fazer a transmissão de imagem. Dessa forma, conseguiria atender um evento onde é preciso fazer  transmissão de áudio e vídeo

 

Tecnologia e qualidade andam juntas

Por fim, busque sempre produtos inovadores e de marcas que investem em tecnologia. A qualidade de um equipamento de som está diretamente relacionada com a tecnologia com que ele foi desenvolvido. Isso vai garantir que o aparelho entregue a melhor potência e eficiência em qualquer evento que ele seja utilizado.

Na hora de escolher, pesquise sobre as melhores marcas do mercado, avalie a reputação da empresa, o suporte e os diferenciais que oferece para o cliente. Contar com uma marca brasileira vai fazer toda diferença caso você precise acionar uma garantia ou um atendimento, por exemplo, você terá um suporte mais rápido e no seu idioma.

Se você já sabe que precisa de um equipamento de som profissional para utilizar em um sistema de sonorização, mas ainda não tem o projeto, nós podemos te ajudar com isso! Preencha o formulário neste link e receba um projeto de som profissional totalmente gratuito!

 

Projeto pronto frahm

< Anterior