Manutenção de equipamentos de som: como prolongar a vida útil dos aparelhos
24/02/2021

Manutenção de equipamentos de som: como prolongar a vida útil dos aparelhos

Manutenção de equipamentos de som é igual a manutenção de carro. É preciso investir em cuidados preventivos para evitar que um dano maior seja causado ao aparelho, levando a troca de peças ou até sua total substituição. Porém, assim como nos carros, ninguém quer ter que se preocupar com isso.

Grande parte dos consumidores não investem na manutenção de equipamentos de som e acabam sendo prejudicados. O usuário fica sem o aparelho quando mais precisa ou quer usar e ainda tem que pagar mais caro do que pagaria com uma manutenção. 

Antes de mais nada, o ideal é adquirir equipamentos com fornecedores de qualidade e boa reputação no mercado, de modo que os produtos tenham maior durabilidade para não precisarem de manutenção tão cedo.

A Frahm é uma empresa tradicional de produção nacional, e com décadas de experiência, é uma ótima alternativa para esta escolha. Então, se você não quer passar por isso, continue lendo este artigo e confira nossas dicas para cuidar dos seus equipamentos.

 

Por que fazer manutenção de equipamentos de som?

 

Um equipamento de som satisfaz diferentes tipos de necessidades. Um usuário residencial, por exemplo, pode ter uma aparelhagem para assistir seus filmes e séries ou para promover momentos de confraternização e lazer em família. Enquanto isso, um lojista pode buscar no aparelho de som uma forma de atrair mais clientes em sua loja, estimulando-os a permanecer no local e a comprar. 

Tudo isso, no entanto, pode ser prejudicado caso o equipamento apresente um problema. O objetivo da manutenção de equipamentos de som é aumentar a vida útil dos aparelhos, garantindo que estejam funcionando em qualquer momento que for necessário. 

Assim, quando o equipamento não passa por manutenções, seus componentes podem sofrer com as ações do tempo, do mal uso e até da falta de uso. Com isso, no momento em que for necessário utilizá-lo, o equipamento não vai funcionar.

Alguns componentes precisam de atenção redobrada. Veja quais são:

 

  • Cabos: são fundamentais para o funcionamento do aparelho. Por meio dos cabos, os equipamentos são conectados e o som é transmitido. Como são encapados, podem apresentar desgaste quase imperceptível, até ir se deteriorando.
  • Caixas de som: outro equipamento fundamental para uma transmissão sonora é a caixa de som. Esse aparelho acumula muita poeira, o que impede a passagem do som.
  • Amplificadores: são responsáveis por propagar o som com qualidade. Por isso, precisam estar em pleno funcionamento para não prejudicar a transmissão. Assim, como as caixas de som, também podem acumular poeira em seus orifícios. 

 

O ideal é fazer manutenção em todos os equipamentos de som, mas para não ficar na mão e ser pego de surpresa, mantenha pelo menos esses acima funcionando adequadamente. Agora, continue lendo o artigo para conferir algumas dicas de manutenção de equipamentos de som.

 

5 dicas de manutenção de equipamentos de som

 

No universo do som e do áudio, sabe-se que o ideal é não precisar realizar a manutenção de equipamentos de som. Principalmente porque, quando adquiridos de fontes confiáveis, com os melhores processos produtivos e tecnologias envolvidas, a garantia de qualidade e durabilidade elimina qualquer necessidade de manutenção em curto prazo.

No entanto, em muitos casos a manutenção é necessária. Por isso, confira a seguir algumas dicas de como buscar os melhores parceiros para executar estes procedimentos a partir de alguns critérios principais.

 

Faça manutenção completa periódica e preditiva

Para começar, defina um intervalo de tempo em que os seus equipamentos vão passar por uma manutenção. Isso pode acontecer a cada seis meses ou uma vez por ano. A definição vai depender de alguns fatores, como:

  • há quantos anos você tem o equipamento;
  • frequência de uso do aparelho (diariamente, semanalmente, raramente etc.);
  • tipo de equipamento - alguns são mais sensíveis e precisam de mais atenção;
  • exposição do equipamento - se você leva o equipamento para muitos locais, expõe ao sol, poeira, vento etc., é necessário fazer manutenções mais frequentes; 
  • uso compartilhado - equipamentos usados por mais pessoas exigem mais atenção.

Além disso, a manutenção de equipamentos de som deve acontecer sempre antes do problema se manifestar. Do contrário, não é manutenção, é reparo, e isso pode custar muito mais para o seu orçamento. Deixe agendado com o seu técnico quando você levará os aparelhos. Isso te ajuda a manter a frequência.

 

Evite altas temperaturas e condições climáticas adversas

Alguns equipamentos são desenvolvidos com recursos que permitem o uso em ambientes abertos, com chuva, sol, vento e poeira, sendo específicos para esse tipo de local. No entanto, isso não quer dizer que podem ser expostos o tempo todo, sem nenhum tipo de controle. Pelo contrário, equipamentos que têm contato com ações do clima devem receber manutenção frequentemente.

Isso evita que uma situação específica, como uma ventania, leve pedaços de galho ou pequenas pedras para os compartimentos do aparelho. Se o seu equipamento não é próprio para esse tipo de ambiente, evite a exposição.

 

Cuidado com o limite de uso dos componentes

Os componentes eletrônicos dos equipamentos de som têm sua própria voltagem e uma corrente máxima que suportam. Respeitar esses limites, garantindo que não estão sendo ultrapassados vai evitar que o sistema sofra uma pane. 

Uma forma de avaliar quanto estão sendo explorados é pedir para que um técnico observe o desgaste dos componentes e analise uma possível troca. Em alguns casos, a substituição de alguns componentes pode aumentar a vida útil do aparelho.

 

Desgaste natural

Por falar em vida útil, todos os componentes do equipamento de som têm seu tempo de vida. Eles podem combinar e apresentar a mesma durabilidade ou não. Fazer uma análise individual de cada um deles permite que você possa fazer a substituição de cada um em seu tempo certo.

Ou ainda, identificar que uma troca pode ser mais custosa do que a aquisição de um novo aparelho. A função da manutenção de equipamentos de som também é mostrar para o cliente se o seu aparelho ainda está em condições de uso.

 

Mantenha o equipamento seco e limpo

O acúmulo de poeira e umidade são altamente prejudiciais para os equipamentos de som. Além de obstruir os orifícios por onde ocorre a passagem de som e ventilação, impedindo que o aparelho funcione como deveria, podem estimular faíscas e curtos circuitos. Se o seu equipamento está em um ambiente afetado por poeira e umidade, avalie a possibilidade de fazer uma limpeza recorrente no aparelho. 

 

Escolha fornecedores de qualidade

Por fim, a dica mais importante é escolher bem o fabricante do aparelho. Essa escolha pode determinar como será a sua relação com o equipamento de som. O fabricante vai prestar todo suporte necessário em caso de problemas com o aparelho e a orientação que você precisa para conservá-lo.

Além disso, comprando equipamentos de um fabricante renomado, é possível ter uma maior garantia de que o aparelho não vai apresentar problemas e, portanto, não será necessário realizar a manutenção de equipamentos de som. 

A Frahm está há 60 anos no mercado, desenvolvendo equipamentos de som de qualidade e auxiliando pessoas e empresas a sonorizar seus ambientes. 

Quer ter um projeto de sonorização desenvolvido pela Frahm? Preencha o formulário e solicite o seu!

 

Guia para Instalação de Som Ambiente

< Anterior Próximo >