A importância de contar com um projeto de som para casa no seu desenho arquitetônico
28/10/2020

A importância de contar com um projeto de som para casa no seu desenho arquitetônico

A tecnologia evoluiu e, com ela, os projetos arquitetônicos das residências. Anos atrás não se pensava em fazer tubulações para sistemas de ventilação como ar-condicionado, por exemplo. Hoje, além de diversos proprietários solicitarem esses recursos em seus projetos, inclui-se também dutos para passagem de cabos de TV e internet. E nos últimos anos, o mesmo vem acontecendo com o projeto de som para casa.

 

Uma casa projetada para oferecer qualidade acústica precisa contar com um projeto de som desenhado desde o início. Isso evitará que, no futuro, seja necessário fazer reformas, colocar forros, fazer aberturas no teto entre outras intervenções. Neste artigo, você vai entender porque é importante contar com um projeto de som para casa no seu desenho arquitetônico. 

 

Por que incluir um projeto de som para casa desde o desenho arquitetônico?

 

A resposta é bem simples: evitará transtornos e custos futuros, além dos benefícios que vai oferecer. A sonorização de ambientes tem despertado interesse em muitos proprietários de imóveis. Quem valoriza o conforto acústico, a comodidade e a qualidade de som ao assistir um filme, série ou ouvir música tem todas essas exigências atendidas em um projeto de som para casa.


A sonorização de ambientes é estruturada para atender às necessidades dos usuários do imóvel. Assim, deve ser um projeto personalizado, que pode ser aplicado em diferentes tipos de ambientes da casa. O morador que vai informar qual é a área que deseja sonorizar e porque, o profissional vai desenvolver o projeto que corresponda à sua expectativa. 

 

A estrutura do imóvel, no entanto, pode impedir que o projeto seja executado como o cliente espera. Por exemplo, o morador quer colocar caixas embutidas na sala, para não interferir no design do ambiente, porém, o local não conta com um forro. A solução seria colocar caixas de sobrepor ou fazer o forro, o que causaria despesa, transtorno e atrasaria a instalação do projeto de som.

 

Incluir o projeto de som para casa no desenho arquitetônico do imóvel vai evitar esse tipo de problema, deixando o imóvel pronto para receber os equipamentos de som desejados pelo cliente. 

 

Mas você pode estar lendo este post e pensar: “eu não pretendo sonorizar nenhum ambiente da minha casa”, certo? Neste caso, é importante destacar que anos atrás muitas pessoas também não viam o ar-condicionado como um item necessário. Porém, tornou-se uma necessidade básica para diversas famílias, que não conseguiriam viver confortavelmente em um imóvel sem climatização.

 

O isolamento social, causado pela pandemia do coronavírus, fez com que as pessoas valorizassem mais o conforto residencial e com que esse panorama se estendesse também para o setor de som. Assim, muitos consumidores passaram a investir em equipamentos de som e aparelhos de TV melhores e mais modernos.

 

Como um projeto de som personalizado é feito?

 

Procure um profissional especializado

 

Um projeto de sonorização deve ser feito por um especialista. O profissional tem o conhecimento necessário sobre equipamentos, acústica, dimensionamento e outras informações que vão influenciar no desenvolvimento do projeto. Esse profissional pode ser um técnico de sonorização ou um arquiteto.

 

O técnico de sonorização vai avaliar o imóvel pronto e ver o que pode ser feito. Já o arquiteto, além dessa possibilidade, pode atuar também em imóveis que ainda estão na planta. A contratação deste profissional pode ajudar na realização do seu projeto de forma completa desde o início pensando em sonorização de qualidade para a sua residência.

 

Avaliação do ambiente

 

A avaliação do ambiente pode ser feita em um local que já foi construído ou em locais que ainda estão no projeto. No primeiro caso, o profissional consegue fazer testes de som para identificar pontos de reverberação ou interferências acústicas.

 

Na avaliação do ambiente na planta o profissional vai considerar outros pontos, como o material usado na construção do ambiente, o projeto de móveis, o tamanho do local etc. O profissional será capaz de fazer todas as avaliações. 

 

Indicação de equipamentos

 

A indicação de equipamentos deve ser feita por um profissional técnico de som. O especialista sabe quais são os aparelhos que devem ser usados para fazer a transmissão de som ou a conexão com outros recursos. 

 

Além disso, esse profissional também fará o dimensionamento da área, para saber exatamente onde vai cada caixa. A instalação pode ser feita pelo próprio técnico ou por um instalador. 

 

Desenvolvimento do projeto de som 

 

Depois de analisar todos os pontos que citamos anteriormente, o profissional vai desenvolver um projeto personalizado. De acordo com as necessidades do ambiente e os objetivos do cliente. 

 

Finalizado o projeto de som, o arquiteto vai incluí-lo no desenho arquitetônico do imóvel. Com isso, todas as intervenções, tubulações, forros e outras caraterísticas necessárias no projeto de sonorização podem ser adicionados ao desenho do imóvel. Após finalizada a obra, os instaladores podem fazer a instalação dos equipamentos de som. O imóvel estará pronto para a mudança. 


Quer saber como ter mais conforto e qualidade no som ambiente residencial? Baixe o nosso e-book completo!

 

Som ambiente residencial: conforto com mais qualidade

< Anterior Próximo >