Descubra como usar um subwoofer ativo
29/07/2020

Descubra como usar um subwoofer ativo

O subwoofer (sub) é um alto-falante desenvolvido para reproduzir e destacar baixas frequências de áudio, ou seja, os sons graves. Esse equipamento é fundamental em projetos de som de cinema, pois proporciona uma experiência com melhor qualidade ao ouvinte. O que pouca gente sabe é que ele pode também ser usado de outras formas. 

Usando um subwoofer, você conseguirá ouvir determinados sons com maior nitidez. Além disso, terá a sensação de estar vivendo o momento representado no filme ou série, como uma explosão, um tiroteio, um voo de helicóptero etc. 

Neste artigo, você vai entender as diferenças entre o subwoofer ativo e o passivo e descobrir quando usar o ativo. Confira! 

 

Qual a diferença entre subwoofer ativo e passivo?

 

O subwoofer é responsável pelas frequências baixas, ou seja, o grave do som. Quando você entra no ambiente e sente uma boa pressão sonora, aquela batida mais grave e mais pesada, é porque o sistema de som do local conta com um subwoofer. 

Basicamente, a principal característica de um subwoofer é fazer com que o usuário entre no ambiente e sinta essa pressão sonora.

Visualmente, é possível identificar o subwoofer por ser uma uma caixa totalmente fechada, lacrada. 

O som do subwoofer não é emitido para fora, como acontece com os sistemas de torres de som ou os sistemas das caixas multiuso. O alto falante também não é aparente, pois é posicionado na parte de baixo do aparelho. 

Existem dois tipos de subwoofer: ativo e passivo. 

A seguir, você vai descobrir as diferenças entre eles.  

 

Subwoofer passivo

 

O subwoofer passivo depende da alimentação de um amplificador externo ou um receptor de áudio e vídeo. 

O equipamento precisa de mais energia para reproduzir o som grave. Por isso, o amplificador ou receptor que for usado com esse recurso deve ser potente o bastante para enviar a energia necessária que vai sustentar os efeitos de sons de baixa frequência reproduzidos pelo sub. 

 

Subwoofer ativo

 

O subwoofer ativo é formado por um amplificador e alto-falante independente. 

O alto-falante e o amplificador funcionam como um equipamento só. Isso garante que o aparelho tenha um alto desempenho, por meio da alta carga de energia que é transmitida por meio do receptor de áudio e vídeo. 

Ainda tem dúvida?

Uma forma simples de identificar se um subwoofer é ativo ou passivo é observando sua ligação energética. 

O subwoofer ligado diretamente na tomada é ativo. Essa conexão é responsável por alimentar o circuito de amplificação que vai fazer o aparelho funcionar. 

A vantagem de ter um subwoofer ativo é que você:

  • Tem mais potência; 
  • Não precisa ter um amplificador só para um subwoofer; 
  • E as saídas dos receiver são equalizadas, próprias para um subwoofer. 

 

Como usar um subwoofer ativo?

 

O subwoofer ativo para uso residencial foi desenvolvido para compor sistemas de home theater

Com o crescimento da necessidade de ter um som de qualidade em outros ambientes, o sub começou a ser usado também em área de festas. É o segundo ambiente residencial em que o uso do subwoofer é mais indicado. No entanto, pode ser também usado em quartos,  salas de TV e estar, entre outros ambientes. 

Todavia, por ser um equipamento feito em madeira, não é indicado para uso em locais úmidos, como banheiro ou áreas externas. 

Já nos ambientes comerciais, o subwoofer pode ser usado em lojas, bares, casas noturnas, salas comerciais, escritórios, salas de espera etc. 

Entretanto, o sub não é recomendado em ambientes comerciais muito amplos, como supermercados e shoppings centers.

 

Como ligar o subwoofer ativo

 

O subwoofer ativo deve ser sempre acompanhado de uma caixa de som, que será responsável por reproduzir as baixas frequências. Sem esse equipamento, não é possível obter o resultado esperado. 

Quem já tem um subwoofer passivo também pode usá-lo nesses ambientes. Porém, será preciso contar com um amplificador que tenha um canal específico para enviar a potência necessária para o sub passivo, pois nem sempre o equipamento contará com esse recurso.

Devido à qualidade que um sub ativo proporciona, atualmente, a maioria dos equipamentos são ativos. Apesar disso, em geral, os kits prontos são vendidos com subwoofers passivos. Isso acontece porque a alimentação do equipamento já está no próprio receiver do aparelho. 

Na hora de montar o seu sistema com caixas potentes, é mais provável que subwoofer presente  nos equipamentos seja ativo, mas fique atento antes de efetuar a compra!

Gostou das informações? Esperamos ter tirado duas dúvidas a respeito do uso do subwoofer ativo. Mas se quiser saber mais, entre em contato com a gente. 

Conheça o portfólio de subwoofers da Frahm para linha residencial e profissional. Fique informado sobre as novidades no nosso blog.

Infográfico projeto de sonorização ambiente

< Anterior Próximo >